WOZEN

blog

Binau | confronting mass conformity | unbreakable principles | happiness within uniqueness

Wozen Exhibition

The Absence of Awareness: Fluor, Concrete, Lava

Binau gives birth to creatures we can relate and sympathize, because they are sarcastic portrays of his own particular thoughts, which are often shared by a large part of his generation. He is an artist brave enough to expose his darkest corners, but smart enough to never loose his good humor in the process. Just like his monsters, Binau is an outsider that never compromises to other peoples expectations. They can always find comfort and happiness within their uniqueness, a valluable lesson in these times of artificial digital lives and mass conformity.  

...

Binau concede vida a criaturas que podemos relacionar e simpatizar, pois são retratos sarcásticos dos seus próprios pensamentos particulares, que muitas vezes são compartilhados por uma grande parcela de sua geração. Ele é um artista corajoso o suficiente para expor suas esquinas mais escuras, e inteligente o suficiente para nunca perder o bom humor no processo. Como seus monstros, Binau é um estranho que nunca compromete suas crenças frente às expectativas alheias. Eles conseguem sempre encontrar conforto e felicidade em sua singularidade, uma valiosa lição nestes tempos de vidas digitais artificiais e conformismo em massa. 

Read More
Wozen StudioComment
Salazar | Exaltation of the human frailty | Enlighten the beauty in the dark | Awaken the collective sub_conscience

Wozen Exhibition

The Absence of Awareness: Fluor, Concrete, Lava

For this exhibition, the artist explored his sub_movimentos, highlighting three important pillars: #Traumatism comes from the idea of trauma with the propose of recycling memory objects, making art with garbage, and thus address the issue of pollution and sustainability; #Magnetism: In that it uses logos, marks and references as cartoons to magnetically attract the eyes of the viewers, as a kind of necessary evil, to criticize the social immediacy; and #Imperfecionism: where the raw expression prevails through a genuine, childish and unfiltered trait. A critique on the desire for perfectionism of the contemporary world, the "perfect" life as a reference of success, creating a condition of competitive individualization and psychic isolation that provokes an extreme fragility and the increase of young people with a marked tendency to unhappiness.

...

Para esta exposição, o artista explorou seus sub_movimentos, destacando três importantes pilares: #Traumatismo onde engloba tudo quanto seja fazer arte com lixo, e assim abordar o tema da poluição e sustentabilidade; #Magnetismo: Em que utiliza logotipos, marcas e referências como cartoons para atrair magneticamente os olhos dos visualizadores, como uma espécie de mal necessário, para criticar o imediatismo social; e #Imperfecionismo: onde prevalece a expressão bruta através de um traço genuíno, infantil e sem filtros. Uma crítica ao perfeccionismo do mundo contemporâneo, a vida “perfeita” como referência de sucesso, originando uma condição de individualização competitiva e de isolamento psíquico que provoca uma extrema fragilidade e o aumento de jovens com uma acentuada “tendência à infelicidade”.

Read More
Wozen StudioComment
Joana Gomes | Examination from a geopolitical perspective | A reflexive look | Interpreted metaphorically

Wozen Exhibition

The Absence of Awareness: Flúor, Concrete and Lava

For this exhibition the artist presents a work consisting of two installations that approach the concept of Interval | Distance that, in time or space, mediates between two things. Interval-temporal, procedural-interval and action-interval are the three notions that invite the viewer to question what is revealed and what is hidden in the painting, to speculate on the meaning that this manipulation of full and empty tells of the process and the pictorial intention or in videographic action.

 Joana works bring us a reflexive look into the a humanity condition of living in a constant war and the manipulation of information by the media, generating a continuous fear of a repressed / depressed population.

...

 

Para esta exposição a artista desenvolveu um trabalho que consiste em duas instalações que abordam o conceito de Intervalo | Distância que, no tempo ou no espaço, medeia entre duas coisas. Intervalo-temporal, intervalo-processual e intervalo-acção são as três noções que convidam o espectador a questionar o que é revelado e o que é ocultado na pintura, a especular sobre o significado que essa manipulação de cheios e vazios conta do processo e da intenção pictórica ou na acção videográfica.

Ambas instalações nos trazem grandes e profundas reflexões sobre uma humanidade em guerra constante, a manipulação de informação pela mídia gerando um medo contínuo diante de uma população reprimida/deprimida.

 

Read More
Wozen StudioComment
The Absence of Awareness is an exhibition that legitimizes the importance of the millennials generation

March | Wozen Exhibition

The Absence of Awareness: Fluor, Concrete, Lava

After its first Artistic Winter Residence, Wozen presents the exhibition result of an intense investigation about a specific generation, of the turn of the millenium, of the digital transition and the consecutive economic global crises. Through the collective expression of three Portugueses BinauJoana Gomes and Salvador Salazar, represent a generation that comes to question patterns and bring us deep reflections and provocations. These real Lisbon street characters combine efforts for the first time in the same space, sharing their experiences, questions, traumas, fears, hopes, vices and memories.

...

Após sua primeira Residência Artística de Inverno, a Wozen apresenta a exposição fruto de uma intensa investigação em torno de uma geração específica, da virada do milênio, da transição digital e das crises econômicas globais consecutivas. Onde através da expressão conjunta de três artistas portugueses Binau, Joana Gomes e Salvador Salazar, representam uma geração que vem questionar padrões e nos trazem profundas reflexões e provocações. Os jovens artistas, personagens reais das travessas de Lisboa, uniram-se pela primeira vez neste espaço sem fronteiras para compartilhar as suas experiências, questionamentos, traumas, medos, esperanças, vícios e memórias.

 

Read More
Wozen StudioComment
Wozen Winter Residency: A challenge of investigating a specific generation through the collective expression of four artists during a three month period (dec 17 - feb 18).

Jan 18 | Winter Residency

On its first Winter Residence, Wozen launches itself to the challenge of investigating a specific generation through the collective expression of four artists during a three month period (dec 17 - feb 18). The Portugueses Binau, Joana Gomes and Salvador Salazar, and the Brazilian Rique Inglez, combine efforts for the first time in the same space, sharing their experiences, secrets, questions, frustrations, fears, illusions, hopes, tattoos, scars, rituals, jokes, vices and memories.

Four individuals with completely different personalities that share the primitive common bond of belonging to the same generation – of those born between the years of 83 and 96, the last individuals to enjoy their childhood within an analogic world. The true sons of the Internet. The generation of the turn of the millenium, of the digital transition and the consecutive economic global crises.

...

Em sua primeira Residência de Inverno, a Wozen lança-se ao desafio de investigar uma geração específica através da expressão   conjunta de quatro artistas durante o período de três meses (dez 17 - fev 18). Os portugueses BinauJoana Gomes e Salvador  Salazar, e o brasileiro Rique Inglez, unem-se pela primeira vez no mesmo espaço para compartilhar as suas experiências, segredos,    questionamentos, frustrações, medos, ilusões, esperanças, tatuagens, cicatrizes, rituais, piadas, vícios e memórias. 

Quatro indivíduos de personalidades absolutamente diferentes com o primitivo laço comum de pertencerem à mesma geração - dos nascidos entre os anos de 83 e 96, os últimos a aproveitarem sua infância num mundo analógico. Os verdadeiros filhos da Internet. A geração da virada do milênio, da transição digital e das crises econômicas globais consecutivas.

Read More
wozen Comment
A Educação pela Arte e para a Arte

Dez.2017

Wozen | Reflections 

Educados pela Arte – todos os seres humanos devem ser. Pois que outro componente melhor e mais propício a fazer florescer a divindade interior do indivíduo, senão o de colocá-lo desde cedo sob o que realmente inspira sua alma? Toda criança pode crescer sob o signo do equilíbrio se ao lado do pão, da ideia, da experiência e do brinquedo, lhe derdes o alimento que o conecta com sua essência. Se ela própria puder dar seus primeiros ensaios de criação livre e espontânea, percebendo e intuindo diretamente a sua infinita capacidade de criar e produzir. Sem a imposição de modelos e padrões, permitindo que, pela experimentação, encontre sua própria expressão.

Read More
wozen Comment
O artista São Tomense Kwame Sousa apresenta Reino Angolar: Utopias e Territórios na II Bienal de Sur. Pueblos en resistencia - Caracas, Venezuela

Dez 2017 | News Release

Após sua primeira residência artística na Wozen, o artista são tomense Kwame Sousa foi convidado a participar da II Bienal de Sur. Pueblos en resistencia no Museu de Belas Artes de Caracas, Venezuela (MBA) apresentando a série de trabalhos produzidos em nosso em nosso espaço atelier com o tema Reino Angolar: Utopias de Territórios.

Para fortalecer as conexões entre eventos sociais e expressões artísticas contemporâneas de um compromisso emancipador, o Instituto das Artes da Imagem e do Espaço (IARTES) consolida a segunda edição da Bienal do Sul. Povos na resistência; um convite internacional para refletir sobre formas, estruturas e meios expressivos a partir dos quais as relações entre arte e política são possíveis. A Bienal do Sul. Os povos em resistência são uma ação política comprometida com as transformações sociais necessárias para construir um mundo possível da equidade e da justiça, do confronto com o poder instituído, cujo principal desafio é convocar - em um diálogo de conhecimento - artistas que do compromisso com a solidariedade com as realidades de que fazem parte, confrontam e criticam a atual ordem social.

Read More
wozen Comment
DIF Mag #118: As (novas) Galerias Como Expansão Cultural

Oct.2017

Wozen | News Release

João Pedro Fonseca, artista visual e director das residências artísticas ZONA, foi convidado a escrever um artigo para a DIF, edição 118, a falar sobre o panorama galerístico actual em Lisboa. Foram abordadas cinco galerias emergentes da cidade: Balcony, Shiki Miki, Tara Gallery, The Room - Video Project e a Wozen Studio. Uma introdução ao desenvolvimento artístico que tem vindo a despontar em Portugal e os desafios de se sustentar espaços culturais independentes. Segue abaixo na íntegra a entrevista com Rique Inglez - artista residente e sócio fundador da Wozen.

Read More
wozen Comment